Quando meu filho precisa colocar um aparelho ortodôntico?

Definir quando é o momento ideal para se colocar o aparelho ortodôntico em crianças é uma tarefa que exige a análise de uma série de fatores. Às vezes, os sinais são visíveis: um dente nascendo por cima de outro, uma arcada torta, uma mordida desalinhada. Mas nem sempre os problemas bucais das crianças são visíveis aos olhos leigos dos pais.

O CENCRO, Centro de Reabilitação Oral no Rio de Janeiro, criou essa postagem para esclarecer essa dúvida que assombra tanto os pais.

Colocar ou não?

Essa questão só o ortodontista poderá responder, mas os pais podem ficar atentos a alguns sinais. É preciso tomar cuidado com alguns hábitos prejudiciais, como morder canetas, roer unhas, a respiração bucal, o uso da chupeta ou mamadeiras, entre outras.

Outra dica é observar seus filhos enquanto dormem. Ajuda se notar que eles estão babando demais, respirando de forma ofegante ou até mesmo roncando. Todos esses comportamentos podem ser um bom motivo para levá-lo ao ortodontista e fazer uma avaliação antes que estes simples atos se tornem em problemas mais graves.

Quais os problemas causados pelos dentes desalinhados?

Muitas pessoas sofrem desde pequenas com a posição incorreta dos dentes, a começar pela sua vida social. As crianças se sentem inseguras e com vergonha do próprio sorriso. Por isso, ficam mais quietas e introspectivas. Já na parte da saúde, os dentes tortos dificultam a higienização bucal adequada e, com isso, o paciente fica mais propenso a ter cáries (inclusive as ocultas) e gengivites. Além disso, essas condições podem causar dores de cabeça, dificuldades para falar, dormir e mastigar.

Os sinais

Você sabia que existem sinais invisíveis que apontam para a necessidade do uso do aparelho dentário? Pois é! Muita gente pensa que somente dentes com desalinhamento devem fazer tratamento ortodôntico. No entanto, a verdade é que problemas com a musculatura da boca e suas estruturas, também devem ser corrigidos com o uso desse recurso aliado à terapia com fonoaudiólogo, como:

  • ter dificuldade para respirar;
  • permanecer o tempo todo com a boca aberta;
  • não se alimentar direito;
  • roncar e babar muito enquanto dorme;
  • chupar o dedo ou mamar na mamadeira.

Falando sobre os sinais visíveis, indicativos da necessidade de uso do aparelho dentário, para corrigi-los, temos:

  • mordida aberta (dentes frontais superiores para fora);
  • mordida cruzada (arcada inferior posicionada a frente da superior);
  • apinhamento (dentes muito tortos e encavalados).

Fixo ou móvel?

Todo mundo já deve ter se perguntado qual a diferença entre aparelho fixo e móvel. Os profissionais dizem que a função de ambos é a mesma: fazer com que o paciente consiga um sorriso certinho.

Porém, existe uma diferença em como o aparelho móvel atua em crianças e adultos. Os aparelhos móveis ortopédicos que, geralmente, são usados em crianças para guiar o crescimento dos dentes e impedir a má oclusão. Já os aparelhos móveis usados em adultos, entram em cena assim que o aparelho fixo é retirado, para conter os movimentos dentários, evitando que eles se desloquem e voltem a ficar tortos.

Já o aparelho fixo, tem a missão de alinhar, nivelar e fazer com que o paciente chegue a uma oclusão ideal, de acordo com suas necessidades. Os profissionais do CENCRO, são capazes de proporcionar uma experiência diferenciada no atendimento e são especialistas em cuidar da saúde bucal dos pacientes. 

Precisa de aparelhos ortodônticos para seu filho? Clique aqui e fale com nossa equipe para agendar uma avaliação.

5/5
Quando meu filho precisa colocar um aparelho ortodôntico?