Por que tratar o canal é tão importante?

29 Mai de 2020

Admin

O endodontista, especializado na saúde interna dos dentes, é quem realiza os tratamentos de canal para cuidar dos problemas relacionados com a parte central do dente: a polpa dentária, que nada mais é do que um tecido mole que contém nervos, vasos sanguíneos e tecido conjuntivo.  

A infecção nesta estrutura acontece quando as bactérias chegam à polpa dental e o organismo não conseguettê-las. Assim, as bactérias ganham acesso aos canais e chegam até o ápice do dente.

Após alguns dias, a inflamação pode levar à perda óssea, possível de ser detectada em radiografia. Uma vez a perda aumentada, o paciente irá sofrer com dores espontâneas, sensibilidades prolongadas e dificuldade na mastigação, além de correr o risco de perder o den

Tratamento de Canal

Ainda que a perda óssea não evolua, é muito importante tratar deste problema. As bactérias e resíduos da necrose ficam sendo inoculados nos tecidos sadios. Sem demonstrar sintomas, ela só pode ser reconhecida a partir da avaliação de um especialista em consultas de manutenção preventiva. Por isso, insistimos nas visitas periódicas ao dentista.

O tratamento de canal costuma levar de duas a três consultas e visa remover a polpa comprometida após aplicação de anestesia local. A câmara pulpar e o canal radicular do dente são desinfetados e obturados. Uma restauração temporária e provisória é feita para selar o que foi acrescentado, também com o objetivo de proteger o dente no intervalo entre as consultas.

Em seguida, a restauração provisória é removida e a cavidade pulpar e os canais são preenchidos permanentemente, e aí uma restauração definitiva é realizada, de modo a readquirir a aparência natural do dente.